Como chegar
|
Contactos

Organização e Gestão das Instituições Socioeducativas 2017/2018

  • 4 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

- Reconhecer e saber aplicar documentos legislativos de instuiçoes sociais e educativas
- Enquadrar a Educação Social na liderança e gestão das organizações sem fins lucrativos(OSFL)
- Demostrar capacidade de planeamento estratégico, gestao de recursos humanos e liderança de equipas, através de novas ferramentas, como o Coaching
- Desenvolver competências que o permitam tornar-se num empreendedor social e criar redes de NETWORKING, contribuindo para a inovação e o impacto social
- Identificar o papel da Responsabilidade Social no valor social no 3º Sector
- Identificar e aplicar algumas técnicas de marketing social
- Identificar e distinguir formas de sustentabilidade financeira para as OSFL

Pré-Requisitos Recomendados

Não se aplica.

Método de Ensino

Método Expositivo

Método de aprendizagem por projeto (trabalho em equipa, construção de respostas sociais e educativas para contextos reais, em articulação com outras UC´s)

Método interrogativo: os alunos são estimulados a procurar o conhecimento, através da discussão e debates dos temas com o docente e com os outros discentes. Através dessa partilha de experiências e opiniões entre todos na sala de aula, desenvolvem-se os conteúdos de forma gradual.

Método ativo: o docente é um facilitador da aprendizagem, uma vez que a sua única função é provocar a atividade dos participantes, em grupo ou individual e fomentando a sua autonomia de aprendizagem.
o docente orienta, não emitindo juízos de valor e estimula sim a tomada de consciência dos alunos, permitindo que os mesmos iniciem uma opinião própria e fundamentada da sua experiência através do trabalho e da discussão em grupo ou com o próprio docente.

Conteúdos Programáticos

1.Noções fundamentais de gestão e organização de instituições sociais e educativas; 2. O contexto de intervenção das organizações socioeducativas - desenvolvimento organizacional e contextos de mudança;3. Introdução aos procedimentos de Planeamento Estratégico e Avaliação
Organizacional;4. Modelos de Planeamento
Estratégico em insituições educativas e sociais;5. Definição de Terceiro Setor; 6. Inovação Social e o Valor Social das Organizações. 7. Economia Social, Empreendedorismo, inovação e responsabilidade social das organizações. 8. Processos de networking: a inovação e o impacto para a mudança social. 9. Partilha de boas práticas de impacto social. 10. Gestão de Recursos Humanos: Seleção e recrutamento. 11. Liderança e Coaching; 12. Marketing Social;13.Desenvolver um projeto para a criação de uma OSFL.

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Azevedo C., Meneses Wengorovius J., Campos Franco R.,Vários. Gestão de Organizações sem Fins Lucrativos / O desafio da inovação social. Porto. Vida Económica Editores
Carvalho, J. (2005). Organizações não Lucrativas: aprendizagem organizacional, orientação de mercado, planeamento estratégico e desempenho. Edições Sílabo.
Lisboa, J., Coelho, A. ,Coelho, F. ,Almeida, F. e A. Martins, A.(2011). Introdução à Gestão das Organizações, Vida Económica, 2011 (3ª edição).
Martinez, L. (2009), “Economía Social y Solidaria”: ¿mito o realidad?”, Iconos: Rev. de Ciencias.Sociales, 2009, Vol.13(2), p.107
Nicolau, I. and Simaens, A. (2008), “O impacto da responsabilidade social das empresas na economia social”, Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal
Sá, J. (2011) “El papel de la economía social solidaria y de sus agentes” in: Revista Cooperativismo.& Desarrollo, v.18, nº 97.
Mendes, V. (2014).Terceiro Setor, Economia Social e Solidária.Colecção Ratio Iuris.Livipsic.

Bibliografia Complementar

http://bancodeinovacaosocial.pt/
http://novo.cnis.pt/
http://urbsnova.wordpress.com/2-inovacao-social/
http://www.fundacaoedp.pt/inovacao-social/
http://www.mies.pt/index.php/pt/
http://www.sairdacasca.com/inovacao-social/
http://www.scml.pt/pt-PT/areas_de_intervencao/empreendedorismo_e_economia_social/o_bis___banco_de_inovacao_social__o_que_e/
http://www.sesipr.org.br/inovacaosocial/
http://www4.seg-social.pt/

Planificação Semanal

1º e 2º semana – Apresentação da Unidade Curricular. Noções fundamentais de gestão e organização de instituições sociais e educativas; O contexto de intervenção das organizações socioeducativas - desenvolvimento organizacional e contextos de mudança
3ºe 4º semana – Introdução aos procedimentos de Planeamento Estratégico e Avaliação
Organizacional; Modelos de Planeamento Estratégico em instituições educativas e sociais
5 e 6º semana – Definição de Terceiro Setor; Inovação Social e o Valor Social das Organizações; Economia Social, Empreendedorismo, inovação e responsabilidade social das organizações.
7º semana – Processos de networking: a inovação e o impacto para a mudança social.
8º semana – Partilha de boas práticas de impacto social; Gestão de Recursos Humanos: Seleção e recrutamento.
9º semana – Liderança e Coaching.
10º e 11º semana – Mini-teste nr. º1.
12º Semana - Marketing Social; Projetos de economia social.
.13º e 14º semana – Trabalho de Grupo - Projeto final.
15º semana - Entrega e apresentação dos projetos.

Coerência do programa para com os objetivos

As metodologias escolhidas procuram ser coerentes com os objetivos e os conteúdos programáticos, uma vez que a finalidade é que os futuros técnicos superiores de educação social desenvolvam competências técnicas na área da gestão e organização de OSFL e educativas. A necessidade de recorrer a atividades práticas surgiu com a intenção de permitir aos alunos, serem mais criativos, inovadores e reflexivos para conseguirem gerir organizações e que consigam adquirir conhecimento na área do 3º setor e empresarial, criando a responsabilidade empresarial como fonte de sustentabilidade para as OSFL. Desenvolver a capacidade de se tornarem empreendedores sociais que criam valor social nas instituições onde desenvolvem o seu profissionalismo.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Os conteúdos programáticos procuram integrar teoria e da prática, cumprindo de modo coerente os seguintes objetivos. De ressalvar que pretende-se que no final da unidade curricular os alunos sejam capazes de criar uma organização sem fisn lucrativos (projeto).

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de adaptação a novas situaçõesSimSim
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSimSim
Capacidade de decisãoSimSim
Capacidade de iniciativa e espírito empreendedorSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Capacidade negocialSimSim
Comportamento ético e responsávelSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
CriatividadeSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSimSim
LiderançaSimSim
Preocupação com a eficáciaSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Relacionamento interpessoalSimSim
Resolução de problemasSimSim
Saber organizar, planear e gerirSimSim
Trabalho em equipaSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.