Como chegar
|
Contactos

Mediação Educacional 2017/2018

  • 4 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

Espera-se que os estudantes sejam capazes de:
1. Definir Mediação Educacional e os principais conceitos a ela associados
2. Reconhecer os elementos e as etapas que envolvem um processo de Mediação Educacional
3. Estabelecer a relação entre conflito, comunicação e mediação
4. Identificar oportunidades de intervenção ao nível da Mediação Educacional em diversos contextos sociais e profissionais
5. Participar, criativamente, na análise de dispositivos de Mediação Educacional em diversos contextos sociais e profissionais

Pré-Requisitos Recomendados

Não aplicável

Método de Ensino

A Unidade Curricular apresentará um caráter teórico-prático, pelo que os métodos de ensino expositivos, interrogativos e ativos serão privilegiados, procurando-se promover a participação dos estudantes no processo de construção do conhecimento, com base na reflexão e no questionamento. A dinamização das aulas envolverá o recurso à leitura e discussão de textos sobre a problemática, complementadas com sínteses teóricas; a visualização de filmes e documentários relacionados com os conteúdos programáticos abordados; a dinamização de Role-Playings e a análise de dispositivos de Mediação Educacional, tanto nacionais como internacionais, envolvendo pesquisa e estudo/trabalho autónomo. A avaliação será formativa e contínua, tendo por base a assiduidade, a participação nas atividades letivas e a realização de uma reflexão individual e de um trabalho de grupo.

Conteúdos Programáticos

1. Enquadramento histórico e conceptual de Mediação Educacional.
2. A mediação como um ritual de gestão dos conflitos.
3. Contextos de Mediação Educacional
4. Modelos de Mediação
5. Componentes do Processo de Mediação.
6. Perfil e competências do Mediador Socioeducativo
7. Análise crítica de dispositivos nacionais e internacionais na área da Mediação Educacional

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Aguiar, M. & Silva, A. M. (2013). Mediation competences in adult education and training in Portugal and France. In The European Journal of Social & Behavioural Sciences, Vol IV, Nº 1, 875-888

Almeida, H. (2009). Um panorama das mediações nas sociedades. Na senda da construção de sentido da mediação em contexto educativo. In A. M. Veiga Simão, A. P. Caetano & I. Freire (Orgs.), Tutoria e Mediação em Educação (pp. 115-128). Lisboa: EDUCA.

Brandoni, F. (Comp.) (2011). Hacia una mediación de calidad. Buenos Aires: Editorial Paidós SAICF.

Correia, J. A. & Silva, A. M. C. (Orgs.) (2010). Mediação: (D)os contextos e (D)os atores. Porto: CIIE – Centro de Investigação e Intervenção Educativas/Edições Afrontamento.

Torrego, Juan Carlos (2003). Mediação de Conflitos em Instituições Educativas: Manual para Formação de Formadores. porto: ASA.

Torremorell, M. C. B. (2008). Cultura de Mediação e Mudança Social. Porto: Porto Editora.

Bibliografia Complementar

Aguiar, M. (2013). Figuras da Mediação na Formação de Adultos: Um estudo multicasos a partir da experiência em Portugal e em França (Tese de Doutoramento). Braga: Universidade do Minho.

Faget, J. (2010). Médiation. Les ateliers silencieux de la démocratie. Toulouse: Éditions érès
Hopkins, Belinda (2004). Just Schools: a Whole School Approach to Restorative. London: Jessica Kingsley Publishers.

Lascoux, J-L. (2007). Pratique de la médiation: une méthode alternative à la résolution des conflits. Issy-les-Moulineaux: ESF

Schnitman, D. F. & Littlejohn, S. (Orgs.) (1999). Novos paradigmas em mediação. Porto Alegre: Artmed Editora

Silva, Ana Maria Costa e & Moreira, Maria Alfredo (Org.) (2009). Formação e Mediação Socioeducativa. Perspectivas teóricas e práticas. Porto: Areal Editores.

Vasconcelos-Sousa, José (2002). Mediação. Lisboa: Quimera

Planificação Semanal

1ª semana:
Apresentação da Unidade Curricular, da docente e dos estudantes.

2ª semana:
1. Enquadramento histórico e conceptual de Mediação.

3ª semana:
2. A mediação como um ritual de gestão dos conflitos

4ª semana:
3. Contextos de Mediação Educacional

5ª semana:
4. Modelos de Mediação

6ª semana:
5. Componentes do Processo de Mediação

7ª semana:
6. Perfil e competências do Mediador Socioeducativo

8ª semana:
7. Análise crítica de dispositivos nacionais e internacionais na área da Mediação Educacional

9ª semana:
Práticas de Mediação (dinâmicas de grupo)

10ª semana
Práticas de Mediação (dinâmicas de grupo)

11ª semana
Práticas de Mediação (dinâmicas de grupo)

12ª semana:
Práticas de Mediação (dinâmicas de grupo)

13ª semana:
Apresentação e defesa de trabalhos individuais e de grupo

14ª semana:
Apresentação e defesa de trabalhos individuais e de grupo

15ª semana:
Apresentação e defesa de trabalhos individuais e de grupo.
Balanço relativamente aos conhecimentos e competências adquiridos.

Coerência do programa para com os objetivos

Os conteúdos programáticos foram pensados e executados tendo em consideração os objetivos propostos nesta Unidade Curricular, constatando-se, por conseguinte, a sua articulação. Os conteúdos centram-se, deste modo, na exploração dos principais conceitos, abordagens e modelos no âmbito da Mediação Educacional, apelando, por um lado, a um olhar crítico sobre os contextos, oportunidades e práticas nesta área e, por outro, à reflexão sobre as potencialidades de uma intervenção centrada na mediação enquanto modo diferenciado de gestão de conflitos, sendo fornecidas as ferramentas necessárias à identificação, análise e concretização de um processo/dispositivo de mediação educacional.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

As metodologias de ensino centram-se em estratégias que procuram responder aos objetivos da Unidade Curricular, recorrendo-se, para tal, aos métodos expositivos, interrogativos e ativos. De facto, espera-se que os estudantes compreendam, comparem, analisem, discutam e avaliem conceitos, modelos, práticas e dispositivos de intervenção no âmbito da Mediação Educacional, pelo que os métodos interrogativos e ativos estarão na base da organização das aulas, complementadas com sínteses teóricas de cariz expositivo, no sentido da sistematização dos conteúdos abordados. Se o que se pretende é que os estudantes questionem, problematizem e reflitam criticamente, a sua consciencialização, capacidade de pensamento crítico e participação ativa na construção do seu conhecimento devem ser incentivadas. Deste modo, numa primeira fase de contextualização e enquadramento teóricos, serão analisados e discutidos artigos/capítulos de livros de autores de referência na área, bem como visualizados filmes/doc

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de adaptação a novas situaçõesSimSim
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSimSim
Capacidade de decisãoSimSim
Capacidade de iniciativa e espírito empreendedorSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Capacidade negocialSimSim
Competência em informática e uso de novas tecnologiasSimSim
Competência em língua estrangeiraSimSim
Comportamento ético e responsávelSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
Conhecimento de outras culturas e costumesSimSim
CriatividadeSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSimSim
LiderançaSimSim
Preocupação com a eficáciaSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Relacionamento interpessoalSimSim
Resolução de problemasSimSim
Saber organizar, planear e gerirSimSim
Trabalho em equipaSimSim
Valorização da diversidade e da multiculturalidadeSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.