Como chegar
|
Contactos

Transformação digital

Transformação digital

No dia 22 de março, a conferência “Transformação digital - O futuro já chegou” contribuiu para a compreensão do impacto digital e dos seus desafios nas dimensões de negócio e inovação, tecnologia e investigação e estratégia.

O debate foi dividido em dois painéis – “Indústria e Economia Digital” e “Oportunidades e Desafios da Transformação Digital” – e contou com a participação de Alexandre Nilo Fonseca (A2D Consulting e ACEPI), Francisco Duarte (Bosch Car Multimedia Portugal) e Gonçalo Cruz (Platforme).

“O crescimento de 40% ao ano do universo digital e a realidade do consumidor sempre conectado” foram abordados por Alexandre Nilo Fonseca. A conectividade torna o dia-a-dia mais fácil e está a transformar as “coisas” em parceiros. Realçou que o digital encerra em si oportunidades e riscos, sendo uma inevitabilidade para as empresas que pretendem sobreviver no mundo dos negócios. “As empresas que não se souberem adaptar, correm o risco de desaparecer”.

Já Francisco Duarte começou por enquadrar a Indústria 4.0 (I4.0) como “a quarta revolução industrial”, tendo apresentado uma síntese das tecnologias e conceitos associados, e descrevendo as implementações que foram efetuadas, no caso particular da empresa Bosch e na generalidade da indústria.

Por seu turno, Gonçalo Cruz apresentou a ‘Platforme’, uma tecnologia dirigida a marcas de luxo que permite a customização dos produtos, e exemplificou: “uma carteira é apresentada tridimensionalmente, reproduzindo o produto real num produto digital, ao detalhe, com costuras ou texturas. O produto 3D obtido parece real e é uma escultura digital, dando a possibilidade de interagir com o produto, escolhendo materiais e cores”.

Ao longo da conferência foram, ainda, abordadas as oportunidades de emprego resultantes da transformação digital e, em particular, das profissões mais requisitadas, como os cientistas de dados. Concluiu-se que a tecnologia é apenas uma “facilitadora” da transformação digital e que, para ser bem sucedida, necessita de englobar as vertentes cultural e organizacional e estar alinhada com a estratégia empresarial.

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.