Como chegar
|
Contactos

Artigos da Newsletter Institucional março 2017

Nº66 – março 2017
Destaques

Seis ‘chefs’ debatem tendências enogastronómicas

O seminário “O Porto fervilha: tendências enogastronómicas e na Restauração” reunirá na UPT seis consagrados ‘chefs’ de cozinha, no próximo dia 4 de abril, a partir das 15h, na Aula Magna.

Hélio Loureiro (Hotéis Douro Palace e Douro Royal Valley, Consultor Sonae Continente), Sérgio Cambas (Paparico), Luís Américo (Cantina 32 e Puro 4050), Vasco Coelho Santos (Eu-skalduna Studio, BaixóPito, Vasco Coelho Santos), Pedro Lemos (Pedro Lemos Restaurante) e Ruy Leão (SHIKO – Tasca Japonesa) são os oradores convidados para um debate moderado pelos docentes da licenciatura de Gestão da Hospitalidade, Luís Silva e Renato Cunha.

O debate incidirá em torno das influências, tendências e novas oportunidades na gastronomia e na restauração, com foco no Porto – uma cidade pautada pelo crescimento turístico, onde os novos e velhos apetites fervilham.


Novo centro de investigação

REMIT – Research on Economics, Management and Information Technologies - é uma nova unidade de investigação multidisciplinar e interdisciplinar da Universidade Portucalense.

Coordenado pela docente e investigadora Cristina Sousa, o REMIT visa responder a desafios societais com uma abordagem holística, em que concorrem vários domínios científicos: Economia; Gestão; Finanças; Turismo; Património; História; Engenharia, Tecnologia e Sistemas de Informação; Matemática e Estatística.

“O objetivo será produzir conhecimento teórico e aplicado que possibilite uma maior compreensão das dinâmicas e tendências económicas, empresariais, territoriais e tecnológicas do mundo contemporâneo e dos seus efeitos socioeconómicos, contribuindo para a conceção, implementação e avaliação de estratégias organizacionais e de políticas públicas”, explica Cristina Sousa.

O centro está estruturado em cinco grupos de investigação - Inovação, Empreendedorismo e Dinâmicas Económicas; Estratégia e Competitividade; Território e Desenvolvimento; Finanças; Análise de Dados e Apoio à Decisão -, sendo que cada grupo englobará investigadores com diferentes perfis reunidos em torno de tópicos de pesquisa comuns.



Os desafios da transformação digital

No dia 22 de março, a conferência “Transformação digital - O futuro já chegou” contribuiu para a compreensão do impacto digital e dos seus desafios nas dimensões de negócio e inovação, tecnologia e investigação e estratégia.

O debate foi dividido em dois painéis – “Indústria e Economia Digital” e “Oportunidades e Desafios da Transformação Digital” – e contou com a participação de Alexandre Nilo Fonseca (A2D Consulting e ACEPI), Francisco Duarte (Bosch Car Multimedia Portugal) e Gonçalo Cruz (Platforme).

“O crescimento de 40% ao ano do universo digital e a realidade do consumidor sempre conectado” foram abordados por Alexandre Nilo Fonseca. A conectividade torna o dia-a-dia mais fácil e está a transformar as “coisas” em parceiros. Realçou que o digital encerra em si oportunidades e riscos, sendo uma inevitabilidade para as empresas que pretendem sobreviver no mundo dos negócios. “As empresas que não se souberem adaptar, correm o risco de desaparecer”.

Já Francisco Duarte começou por enquadrar a Indústria 4.0 (I4.0) como “a quarta revolução industrial”, tendo apresentado uma síntese das tecnologias e conceitos associados, e descrevendo as implementações que foram efetuadas, no caso particular da empresa Bosch e na generalidade da indústria.

Por seu turno, Gonçalo Cruz apresentou a ‘Platforme’, uma tecnologia dirigida a marcas de luxo que permite a customização dos produtos, e exemplificou: “uma carteira é apresentada tridimensionalmente, reproduzindo o produto real num produto digital, ao detalhe, com costuras ou texturas. O produto 3D obtido parece real e é uma escultura digital, dando a possibilidade de interagir com o produto, escolhendo materiais e cores”.

Ao longo da conferência foram, ainda, abordadas as oportunidades de emprego resultantes da transformação digital e, em particular, das profissões mais requisitadas, como os cientistas de dados. Concluiu-se que a tecnologia é apenas uma “facilitadora” da transformação digital e que, para ser bem sucedida, necessita de englobar as vertentes cultural e organizacional e estar alinhada com a estratégia empresarial.


Investigador do INPP com destaque internacional

Francisco López Muñoz, docente da Universidad Camilo José Cela, Madrid, e um dos investigadores do Instituto de Desenvolvimento Humano Portucalense, é um dos responsáveis pela alteração do método de execução por injeção letal, nos Estados Unidos da América.

A sua linha de trabalho enquadra-se no âmbito da Medicina e Direitos Humanos, destacando-se um projeto de investigação de 2007, que questionou a aplicação da injeção letal como alternativa mais humana nos procedimentos de execução nos Estados Unidos.

A sua pesquisa analisou as execuções judiciais mediante o procedimento de injeção letal nos estados da Carolina do Norte e da Califórnia, tendo os dados obtidos confirmado qua a prática habitual era insuficiente para induzir uma anestesia duradoura durante o período de execução.

Estes resultados contribuíram para a alteração dos protocolos de injeção letal, assumindo-se que havia uma falha no desenho e na implementação dos mecanismos pretendidos, confirmando-se que a injeção letal não se constitui, de modo algum, um método de execução indolor e pacífico. Graças a este trabalho foi conseguido uma moratória na aplicação deste método de execução em 11 estados dos Estados Unidos da América, destacando-se a Florida.

 

 

O sucesso do Porto - destino turístico

O que permitiu à cidade do Porto conquistar, pela terceira vez, o prémio de "Melhor Destino Europeu"? Esta foi a questão de abertura de um seminário que teve como oradores convidados Margarida Lencastre, da Direção Regional de Cultura do Norte, e Jardim Moreira, padre no centro histórico do Porto.

Ambos coincidiram na análise que o Porto foi distinguido como melhor destino europeu pelas suas “qualidades de cidade única, de uma comunidade urbana que vive intensamente a cidade, pela riqueza dos seus edifícios, pelo urbanismo que mostra claramente a passagem do tempo e os vários períodos históricos desde a Idade Média à atualidade”.

Evidenciaram o “trabalho intenso e cirúrgico desenvolvido na reabilitação e na conservação e restauro de edifícios, conferindo um valor patrimonial enorme e um valor estético reconhecido pelo Turismo”.

“A cidade mantém uma originalidade que se vive intensamente”,  alertando no entanto que “há riscos de padronização e de continuidade do despovoamento da população residente”.


“É necessário o equilíbrio  encontrar para que a cidade mantenha a sua cultura e a sua identidade como fatores chave do sucesso”, concluíram.


UPT assinala protocolos de colaboração com CFAE

No dia 15 de Março, a Universidade Portucalense assinou protocolos de colaboração com nove Centros de Formação de Associação de Escolas (CFAE) da Região Norte, que representam mais de 15 mil educadores e professores dos ensinos básico e secundário.

Estes protocolos pretendem reforçar a colaboração técnico-científica, aproveitando reciprocamente as potencialidades técnicas, humanas e de inovação no âmbito da formação contínua de docentes, que se coaduna com  a estratégia da aposta da universidade na educação em geral e na formação de professores em particular.

A assinatura dos protocolos contou com a presença dos diretores dos CFAE e, em representação da UPT, do Presidente da Cooperativa, Armando Jorge de Carvalho, do Reitor, Alfredo Marques, da Diretora do Departamento de Educação e Psicologia, Cristina Costa Lobo, e do docente Eusébio André Machado.


Estudantes de Educação Social visitam a Acreditar

No dia 1 de março, os alunos do 2º ano Educação Social visitaram a casa da Acreditar - “Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro”, no âmbito da unidade curricular de Serviços Culturais, Educação e Lazer.

Sensibilizar os estudantes para as dinâmicas que o cancro infantil exige e para a prática do voluntariado foram os principais objetivos da iniciativa, que também angariou bens alimentares para oferecer à Associação.

 

 

 

A importância do papel da mulher

No dia 7 de março, os estudantes finalistas de Educação Social organizaram a conferência “Comemorações do Dia Internacional da Mulher” para destacar a importância do papel da mulher, recordando as principais conquistas e lutas contra o preconceito racial, sexual, político, cultural, linguístico ou económico.

Os docentes da UPT, Diana Vallescar, Paulo Renato Jesus e Conceição Santos foram os principais oradores. Diana Vallescar abordou a temática "Sexo, Sexualidade e Género", explicando os conceitos de género e de sexo.

Paulo Renato Jesus versou sobre a "Socialização de Género", relatando uma história de vida sobre as “humilhações” e discriminações de uma atleta de futebol. E, por fim, Conceição Santos partilhou a experiência de ter sido a primeira mulher a presidir um estabelecimento prisional de homens.



COMUNICA UPT FICHA TÉCNICA

Periodicidade: Mensal
Coordenação Editorial: Ana Aires Duro
Email: comunicaupt@upt.pt

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.