Como chegar
|
Contactos

Artigos da Newsletter Institucional fevereiro 2015

Nº43 – fevereiro 2015
Destaques

Armando Jorge de Carvalho renova mandato

Após uma vitória com maioria absoluta, que mobilizou quase a totalidade dos cooperadores, Armando Jorge de Carvalho tomou posse como Presidente da Direção da Universidade Portucalense, para o triénio 2015/2017, com o compromisso de fazer da UPT "uma universidade com futuro".

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais, que aconteceu a 2 de fevereiro, Armando Jorge de Carvalho salientou que a sua candidatura é “um ato de coragem”, mas prefere interpretá-la como “um sentimento de convicção do trabalho que poderá ser ainda desenvolvido, no sentido de aumentar o prestígio e o reconhecimento da universidade”.

Explicou que o programa eleitoral apresentado traduz o que se considera “exequível”: “não alimentamos promessas, mas ações concretas que produzam factos realizáveis no espaço temporal de um mandato”.

Prevê que “os tempos que se avizinham não sejam fáceis”, mas acredita na “preparação do futuro” e na capacidade de inovação de toda a comunidade em criar “soluções que respondam às dificuldades e aos desafios”.


A3ES defende na UPT cultura da qualidade

Sérgio Machado dos Santos, vogal executivo Administração da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) foi o orador principal de um seminário de preparação do Processo de Auditoria de Sistemas Internos de Garantia da Qualidade, no último dia 18 de fevereiro, no momento em que a universidade incorpora a cultura da qualidade como um dos vetores principais da sua missão. 


Para o representante da agência “é preciso devolver a responsabilidade da qualidade” para que se cumpra o desafio de “credibilizar o ensino superior” e o objetivo de “simplificar os processos a médio prazo”.

No quadro da avaliação externa, os estabelecimentos de ensino superior devem “adotar uma política de garantia da qualidade dos ciclos de estudos”, “desenvolver uma cultura de qualidade” e "implementar uma estratégia para a melhoria contínua”.

Foi referido que os processos de acreditação contribuem para a “melhoria de processos e recursos”, a “dinâmica de desenvolvimento de sistemas internos de garantia da qualidade” e a “autorregulação da oferta educativa”.

No modelo de Auditoria da A3ES, o objeto de análise são “os processos e procedimentos de manutenção e promoção da qualidade” e as área de análise são: “a política institucional para a qualidade”; “os procedimentos e estruturas de garantia interna da qualidade (ensino, investigação, relações externas, recursos humanos, serviços de apoio e internacionalização); “a articulação com a gestão e atores, e informação”, a “meta-avaliação” e o “sistema interno de garantia da qualidade no seu todo”.

Depois de a Universidade Portucalense, em dezembro último, ter sido a primeira universidade em Portugal a receber a certificação de qualidade ISO 9001:2008 para as atividades de ensino e serviços, no decurso da auditoria levada a cabo pela APCER, propôs-se à avaliação e a acreditação do seu Sistema Interno de Garantia da Qualidade pela A3ES, que decorrerá ao longo de 2015.


Workshops gratuitos para melhorar competências

A Universidade Portucalense retoma o Ciclo de Workshops “Event Day”, de participação gratuita, orientado para a atualização de conhecimentos no domínio das Tecnologias e Sistemas de Informação. A iniciativa nasceu em 2013 e já recebeu 250 participantes.

Os workshops estão agendados para os meses de março, abril e maio e os temas são: “HTML/CSS” (13 de março); “Programação de Apps para Smartphones” (14 de março); “Multimedia Educacional” (21 de março); “Auditoria de Sistemas de Informação” (10 de abril) e “PHP” (29 de maio).

Fernando Moreira e Maria João Ferreira, docentes responsáveis pela terceira edição do “Event Day”, explicam que o objetivo é “divulgar as tendências das Tecnologias e Sistemas de Informação aos antigos alunos e ao público em geral, assim como demonstrar o potencial de uma formação mais avançada, através da frequência das pós-graduações e mestrados do DEGI (Departamento de Economia, Gestão e Informática)”.

Ambos consideram que “os estudantes e profissionais não devem perder esta oportunidade, devido à pertinência das temáticas abordadas e à procura acentuada de profissionais com competências das áreas abordadas”.

A participação é gratuita, mediante a inscrição prévia em www.upt.pt.


Empresas procuram talentos na UPT

Nos dias 15 e 16 de março, cerca de 30 empresas de referência participam no “Careers UPT 2015” à procura de talentos para estágios e oportunidades de emprego. A feira de emprego da UPT é ainda uma oportunidade para conhecer as profissões que estão no topo da procura, as competências mais valorizadas, o perfil pretendido pelas empresas ou como preparar uma entrevista de emprego, avança Sofia Andrade do Gabinete de Apoio ao Aluno.

Comunica UPT: Quais os principais temas que estarão em destaque no “Careers UPT 2015”?
Sofia Andrade: O evento focar-se-á na importância das competências mais valorizadas no processo de recrutamento. Os estudantes podem assistir e participar em apresentações corporativas, entrevistas de emprego, “roundtables” e “speed recruitment”, assim como fazer “networking” com as empresas participantes.

Quais são os objetivos do evento?
Pretendemos aproximar os estudantes ao mercado de trabalho, sobretudo os finalistas do 1º ciclo de estudos, os estudantes do 2º ciclo e os ‘alumni’. O “Careers UPT 2015” oferece oportunidades de estágio e de emprego, permite uma aproximação às empresas e, desse modo, possibilita uma melhor definição da estratégia da carreira profissional.

Nesta edição, quais são as novidades?
No ano passado, além do tema do empreendedorismo, apostámos na forma como os alunos se podem diferenciar no mercado de trabalho, através do currículo, das redes sociais e da entrevista. Este ano, temos um painel de especialistas de Recursos Humanos da Cidade das Profissões, Hire&Trust, Parfois e DST Group, cujas orientações serão importantes para os estudantes, ao nível do perfil desejado para a integração no mercado de trabalho e nas suas equipas. Este painel será moderado por Jorge Sequeira da Team Building e encerrará com a palestra “Dar ao pedal”.

Porque é que os estudantes não podem deixar passar esta oportunidade?
Os estudantes devem aproveitar ao máximo esta oportunidade. Esta é uma das formas de começarem a contactar com a realidade empresarial, apresentar o currículo, realizar entrevistas, começar a construir uma rede de contactos e, acima de tudo, perceber o funcionamento organizacional.

Quais os conselhos que deixa aos estudantes ao nível da preparação para este evento?
Devem consultar o programa que estará disponível no site da UPT, passar no Gabinete de Apoio ao Aluno e inscreverem-se nas entrevistas, “speed recruitment” e “roundtables”. Estamos ainda disponíveis para ajudar na construção do currículo que devem entregar nos “stands” das empresas presentes e nas entrevistas previamente marcadas.


Inovar no Turismo através do conhecimento

Cerca de 400 participantes de várias nacionalidades assistiram ao seminário “Inovação em Turismo”, no dia 12 de fevereiro, que abordou as dinâmicas de inovação do setor, na perspetiva académica, empresarial e social.

Docentes e profissionais debateram o fenómeno da inovação, particularmente a sua relação com o território e como fator fundamental de competitividade. Destacaram a necessidade de uma maior interligação entre universidades, centros de investigação, empresas e a Administração Pública, em processos de criação e partilha de conhecimento.

No seminário estiveram presentes alguns casos de sucesso, como a plataforma de promoção e distribuição turística “Living Douro”, a rede de lojas interativas do Turismo do Porto e norte de Portugal, o “Alojamento do Futuro” da Idtour que identifica e conceptualiza as tendências de desenvolvimento dos meios de alojamento turístico, o “Greenstays” que divulga e comercializa o turismo sustentável em Portugal ou a “Portgall” que oferece experiências turísticas inovadoras.

Em comum, estes projetos confirmam a importância do planeamento do processo de inovação, através da identificação das necessidades de mercado, das motivações dos turistas e da criação e partilha de conhecimento, assim como de redes territoriais e de cooperação, como fator competitivo nos mercados nacional e internacional.


Isabel Bourbon é a nova Presidente da AAUPT

Licenciou-se em Direito motivada pela “excelência do corpo docente” e, hoje, é a Presidente da Associação de Antigos Alunos da Universidade Portucalense (AAUPT). Isabel Bourbon revela: “é um desafio representar os antigos alunos e não nego que, no ano em que comemoro os 25 anos de curso, é com uma pontinha de orgulho que assumo este cargo”.

No final do mandato, “gostaria que a AAAUP fosse uma mais-valia para a Universidade, proporcionando uma troca de experiências entre antigos a atuais alunos, sendo também um elemento dinamizador e divulgador da Instituição”.

Ainda guarda na memória a ansiedade das avaliações, as temidas provas orais, a Queima da Fitas, a participação na Associação de Estudantes, os exames até às 23h, a emoção da imposição das insígnias, a data de conclusão da última “cadeira” ou o dia em que nevou e saíram da sala a correr.

“A minha passagem pela Universidade Portucalense foi um dos melhores períodos da minha vida. De facto, só mais tarde é que damos valor à vida de estudante, mas isso faz parte do nosso processo de aprendizagem. Durante cinco anos foi a minha segunda casa onde fiz amizades que ainda hoje perduram”, revela.

Atualmente, para além de exercer a advocacia nas áreas de Direito da Família e Crime, é docente e detém uma empresa de comércio de bandeiras que abriu em 2011 para dar continuidade a um negócio de família com 75 anos de vida.

“Acreditar sempre que tudo vale a pena. Nada é tempo perdido e com trabalho e persistência tudo se consegue” é o seu lema de vida.


Enoturismo necessita de profissionalização

A falta de experiência e competências, sobretudo entre os pequenos viticultores e a ausência de formação especializada na área do Enoturismo, fundamentam o lançamento em breve de dois Short-Masters – “Cultura do Vinho e Enoturismo” e “Escanção – Especialização em Vinhos”.

O setor do enoturismo gera mais de 2,5 mil milhões de euros de receitas a nível mundial e, já em 2014, um inquérito a uma centena de membros da Organização Mundial do Turismo concluía que o vinho era o produto mais associado à atividade turística em Portugal.

Filomena Lopes, Diretora do Departamento de Economia, Gestão e Informática, sublinha a importância estratégica do mercado do vinho em Portugal e afirma ser “crucial valorizar e profissionalizar as atividades que lhe estão afetas”.

Para além da dimensão económica, Josefina Salvado, docente da UPT, defende que o Enoturismo constituí uma forte alavanca para a fixação de jovens nas zonas agrícolas e rurais do país, combatendo as atuais lógicas de envelhecimento populacional nestas regiões. “A comercialização do espaço rural, das suas paisagens, produtos, culturas, do passado e do presente, pode garantir-lhes [aos jovens] um futuro”.


Temas da Psicologia Clínica e da Saúde em debate

O VI Encontro Científico de Psicologia “Troca de Ideias entre Mestres a Meio Caminho do Mestrado” decorrerá nos dias 5 e 6 de março.

Ao longo de dois dias, profissionais e docentes de várias universidades refletem sobre os temas: “Crianças e Jovens: autoeficácia, resiliência e vulnerabilidades contextuais”; “Stress, Saúde, identidade profissional”; “Transição para a Parentalidade: vinculação e psicopatologia”; “Psicopatologia e qualidade de vida em jovens em perigo/ institucionalizados”; “Eficácia das intervenções; Doença e qualidade de vida” e “Perturbações do desenvolvimento na criança e impacto na dinâmica familiar”.


Embaixadora da Turquia visita a UPT

O reitor Alfredo Marques recebeu a visita informal da embaixadora da Turquia em Portugal, Ebru Barutçu Gökdenizler, no dia 29 de janeiro. Este encontro enquadra-se na estratégia de internacionalização da universidade e de aproximação institucional a universidades turcas.

Ebru Gökdenizler, licenciada em Relações Internacionais pela American University de Paris, trabalha como diplomata desde 1983, tendo ocupado cargos internacionais de relevo, como representante da Turquia na ONU e conselheira especial do Ministro dos Negócios Estrangeiros.


 

UPT atribuiu quatro Bolsas de Mérito

A Universidade Portucalense atribuiu, recentemente, a quatro estudantes Bolsas de Mérito da Direção Geral de Ensino Superior - DGES, que incidiram no aproveitamento escolar do ano letivo 2011-2012.

Os premiados foram: Ana Paula Sousa Azevedo (Mestrado em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação); Luís Manuel Bulhões Correia de Sá (Mestrado em Direito); Liliana Isabel Jorge Teixeira (Licenciatura em Educação Social); Helena Isabel Martinho Gonçalves Silva (Licenciatura em Gestão).




COMUNICA UPT FICHA TÉCNICA

Periodicidade: Mensal
Coordenação Editorial: Ana Aires Duro
Email: comunicaupt@upt.pt

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.