Como chegar
|
Contactos

Prof. Doutora Isabel Maria Marinho Vaz de Freitas

foto do colaborador
Professor Associado
Doutorada em História
Regime Tempo Integral
Departamento de Turismo, Património e Cultura
immvdfbc@upt.pt
GrauObtido no AnoInstituiçãoÁrea Científica
Doutoramento2001Universidade PortucalenseHistória
Mestrado1993Faculdade de Letras da Universidade do PortoHistória Medieval
Licenciatura1988Universidade PortucalenseCiências Históricas
Tipo de AssociaçãoNome do CentroAvaliação Reconhecida pela FCTDescrição
Membro IntegradoLab2PTMuito BomCentro de investigação da Universidade do Minho
Ano Civil InícioAno Civil FimNome
2009A água: arquitetura, usos e sociabilidade
2010Visitantes do Património
2011Arquivo Mota Prego
2011Valorização e Descrição da Paisagem: Demarcações de Fronteira
2012Competências do Técnico de Turismo
2012Públicos Especiais na Cultura
2013Valorização do Castelo de Arnoia e do seu centro de Interpretação
2015Cocoordenadora do projeto Contributo para a sustentabilidade turística do município de Boticas
2015Investigador no projeto Poder, fiscalidad y sociedades fronterizas en la corona de Castilla al sur del Tajo (siglos XIV-XVI)
2015Investigador no ProjetoLa práctica docente en la enseñanza de las humanidades: una perspectiva internacional comparada
2015Membro da equipa do projeto Sete Maravilhas de Cabo Verde (7MCV)
20122014Investigador no Projeto El agua en el imaginario medieval
19982001Investigadora/coordenadoraProjeto Praxis/C/HAR/13191/1998
AnoDescriçãoLink para Repositório
2016Freita, I. M. M. V. (2016). Água no imaginário medieval: alguns cenários de emoção. In M. I. Val Valdivieso (coord.), El agua en el imaginario medieval: Los reinos Ibéricos en la Baja Edad Media (pp. 135-148). Alacant: Publicacions de la Universitat d’Alacant.
2016Freitas, I. V. (2016). Água no imaginário medieval: alguns cenários de emoção, Mª Isabel del Val Valdivieso (coord.), El agua en el Imaginario medieval. Los reinos ibéricos en la Baja Edad Media, Alicante, Publicaciones de la Universidad de Alicante, 2016, pp. 135-149.
2016Freitas, I. V. (2016). Catálogo do património natural de Cabo. Património Natural Territorial de Cabo Verde. Coordenação Rede Parlamentar para o Ambiente e Luta Contra a Desertificação e Pobreza.
2016Freitas, I. V. ; Del Val Valdivieso, I.; Martin Cea, J. C. (2016). Tourism and History: Water landscapes. (Aceite para publicação na revista Rosa dos Ventos – Turismo e Hospitalidade)
2016Freitas, I. V. ; Matos, O. (2016). Territory, Heritage and Tourism destination: The case of Boticas (Aceite para publicação na revista Rosa dos Ventos – Turismo e Hospitalidade)
2014Freitas, I. V.; Sousa, O.; Pádua, F.; Ferreira, S. (2014). Alto Douro Vinhateiro. Artigo aceite pela conferência organizada pelo ICOMOS Itália (com revisores). Pode ser visto em http://www.ovpm.org/en/news/icomos_call_papers_heritage_and_landscape_human_values.
2013Teixeira, Rute; Freitas, Isabel Vaz de; Sousa, Orlando - Cultura e diversidade de públicos: Panóias - um estudo de caso, a publicar em formato e-book, no I Colóquio Internacional de Ciências Sociais da Educação - 111 Encontro de Sociologia da Educaç
2012Freitas, I. V. (2012). Água e o Mosteiro: arquitetura, usos e sociabilidade. MARTINS, Manuela; FREITAS, Isabel Vaz de; DEL VAL VALDIVIESO, Maria Isabel (coord) ¬Caminhos da água. Paisagens e usos na longa duração. Braga: CITCEM.
2012Freitas, I. V. A água, o mosteiro de Santo Tirso e a levada de Pereiras, In Vários Autores, Agua y monasterios, Editorial AI-Mudayna (em publicação).
2012MARTINS, Manuela; FREITAS, Isabel Vaz de; DEL VAL VALDIVIESO, Maria Isabel (coord) - «Caminhos da água. Paisagens e usos na longa duração». Braga: CITCEM, 2012.
2011Freitas, I. V. (2011). D. Isabel de Coimbra. Academia Portuguesa da História.
2011Freitas, I. V. (2011). D. Joana: a Excelente Senhora. Academia Portuguesa da História
2010Freitas, I. V. (2010). Diário de Mercaderes. Convivir en la Edad Media. Coord. Juan Carlos Martin Cea. Dosseles:Valladolid.
2010Silva, E.; Albuquerque, A.
2010Silva, E.; Albuquerque, A.
2009Bragança na Idade Média: mais do que uma terra da raia. In Bragança marca a História e a História marca Bragança. Câmara Municipal de Bragança: Bragança, 2009.
2009Freitas, I. V. (2009) - Mercadores entre Portugal e Castela na Idade Média. Oviedo: TREA
2009Freitas, I. V. (2009). A Torre e Espada, o Velo de Ouro e a Jarreteira. Castilla y el Mundo Feudal (3 tomos): Homenaje ai Prof. Julio Valdeón. Valladolid: Casa dei Libro.
2009Moreno, H. B.; Freitas, I. V. (2009). A corte de Afonso V: o tempo e os homens. Oviedo: TREA
2009Silva, E.; Albuquerque, A.
2006Freitas, I. V. (2006). Mercadores que cruzam fronteiras. Estudos em Homenagem ao Professor Doutor José Marques: Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
2005Freitas, I. V. (2005). Porto et les ports secondaires de I'embouchure du Douro à la fin du Moyen Âge. Ports et littoraux de I'Europe Atlantique: transformations naturelles et aménagements humains {XiV-XVI siecles}, Coord. Michel Bochaca, da Universid
2004Freitas, I. V. (2002). Itinerários do açúcar em Portugal Continental no século XVI. In D. Manuel e a sua época. Actas do 111 Congresso Histórico de Guimarães. Guimãrães: C.M.G., 2004, p. 315-331. Funchal: Centro de Estudos de História do Atlântico.
2004Freitas, I. V. (2004). Itinerários dos oficiais de cobrança de direitos régios. Os livros de portos secos do século XVI. D. Manuel e a sua época. Actas do 111 Congresso Histórico de Guimarães. Guimarães: C.M.G
2003Freitas, I. V. (2003). Caminhos que cruzam os portos secos no início do século XVI. Os Reinos Ibéricos na Idade Média: Livro de Homenagem ao Prof. Doutor Humberto Baquero Moreno. Coord. Luís Adão da Fonseca, Luis Carlos Amaral, Fernanda Santos. Vol 1
2003Freitas, I. V. (2003). Demarcações de Fronteira: De Castro Marim a Montalvão. Coordenação Humberto Baquero Moreno, Introdução, índices e revisão paleográfica de Isabel Vaz de Freitas. Porto: Centro de Investigação e Documentação de História Medieval;
2003Freitas, I. V. (2003). Demarcações de Fronteira: De Vila Velha de Rodão a Castelo Rodrigo. Coordenação Humberto Baquero Moreno, índices e revisão paleográfica de Isabel Vaz de Freitas. Porto: Centro de Investigação e Documentação de História Medieval
2003Freitas, I. V. (2003). Demarcações de Fronteira: Lugares de Trás-as-Montes e de Entre¬Douro-e-Minho. Coordenação Humberto Baquero Moreno, índices e revisão paleográfica de Isabel Vaz de Freitas. Porto: Centro de Investigação e Documentação de Históri
2002Freitas, I. V. (2002). Desenvolvimento das atividades Comerciais e artesanais. Uma prioridade da Reconquista. 29 Congresso Histórico de Guimarães: actas do Congresso, [org.] Câmara Municipal de Guimarães, Universidade do Minho. Guimarães: C.M. vol. 5
2002Freitas, I. V. (2002). EI agua en las ciudades portuguesas medievales. Usos sociales dei agua en las ciudades hispânicas de la Edad Media. Coord. Isabel dei Vai Valdivieso. Valladolid.
2002Freitas, I. V.; Nóbrega, A. (2002). Para uma bibliografia da Cidade do Porto. Revista de Ciências Históricas. Porto: Universidade Portucalense, 2002.
2000Freitas, I. V. (2000). A terra de Celorico de Basto e a intervenção régia (séculos XII e XIII). In Amarante Congresso Histórico 98: actas, [org.] Câmara Municipal de Amarante. Amarante: C.M., vol. IV, p. 7-17.
2000Freitas, I. V. (2000). Recolher obrigatório: uma imposição da noite medieval. Revista de Ciências Históricas. Porto: Universidade Portucalense, 1998, vol. XIII, p. 31-43.
2000Freitas, I. V. (2000). Viver e conviver em terras raia nas na Idade Média. As relações de fronteira no século de Alcafíices: Actas {das] IV Jornadas Luso-Espanholas de História Medieval, org. Instituto de Documentação Histórica da Faculdade de Letras
1998Organização. In História da Marinha Portuguesa: Homens, Doutrinas e Organização. 1139-1414, dir. Prof. Dr. Humberto Baquero Moreno, Parte 11. Academia da Marinha. Lisboa, 1998, p. 119-196.
1995Freitas, I. V. (1995) - Cenários do Quotidiano (Ávila, Piedrahita, Bejar). In Revista de ciências históricas. Porto: Universidade Portucalense, nº X.
1994Freitas, I. V. (1994) Uma Sociedade em evolução. Publicado no Suplemento do Jornal de Notícias de 4 de Março de 1994 reservado ao tema Como se vivia no tempo do Infante D. Henrique
1990Freitas, I. V. (1990) Criados e Acostados no Porto (1406 - 1430). In Actas do Congresso Municipalismo e desenvolvimento no Noroeste Peninsular. Câmara Municipal do Marco de Canaveses. Marco de Canaveses: CM
1990Freitas, I. V.; Castro, J.; Barbosa, A. (1990) D. Diogo de Sousa, legislador bracarense. Actas Congresso Internacional Comemorativo do IX Centenário da Dedicação da Sé de Braga. Fac. de Teologia da Universidade Católica Portuguesa: Cabido Metropolita
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.